Olhe aqui... Preste atenção...

Siga por e-mail

Curta a página "Poesias da Cris" no facebook

Instagram

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Homenagem da mamãe ao vovô Barcellos... Muita saudade!


Muita saudade do vovô, mamãe...
Ainda mais que, hoje, estamos todos aqui, é ainda mais presente sua lembrança.
Ele está vivo em cada canto desse espaço que ele deixou com a vovó, e não tem como não se emocionar mais hoje, do que nos outros anos.
Estou aqui, dando as mãos a você, que sempre me ajudou e foi como ele, um esteio e um acalento nos momentos de aflição e dor, e com aquela gargalhada gostosa e sorriso largo que só ele tinha...
Saudade da doçura, carinho, poesia do meu vovô, que me chamava de "MINHA NETINHA".
Sim, eu fui, e lembro do seu colo e me pedindo carinho e que eu cantasse: "Eu vi uma barata na careca do vovô, assim que ela me viu bateu asas e voou..."
Sim, o meu vovô carequinha lindo, que tanto amava, mas eu sei que de algum lugar ele vê e protege seus filhos, netos e a nós, mamãe, que ele sempre disse amar tanto.
Isso é o nosso maior presente que ele nos deu em vida.
Sempre nos demonstrar muito afetuosamente e dizer a todo momento o quanto ele nos amava.
Isso ninguém nos tira e nem é material, é algo que transcende e fica nos nossos corações, é a nossa lembrança, nosso passado vivo com ele.
Enfim...
Vovô parabéns onde você estiver, nós ainda te amamos muito, pois aqui é a sua casa e estamos cuidando dela muito carinhosamente. Eu te amo vovô e mamãe também.