Olhe aqui... Preste atenção...

Siga por e-mail

Curta a página "Poesias da Cris" no facebook

Instagram

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Flor... bela... e eu

Às vezes, eu roubo os versos de Florbela, pois parece que ela me traduziu em seus versos, sendo que era ela, há muito tempo atrás...
Só não quero dela o mesmo fim, e nem a tristeza tão profunda e infinita pra sempre.
Deus há de me dar a alegria, o amor, a vida...


Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita
Nunca fui o que meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mas tive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha porque gosto
e sim porque aprendi a ser só...

-Florbela Espanca