Olhe aqui... Preste atenção...

Siga por e-mail

Curta a página "Poesias da Cris" no facebook

Instagram

Quem sou


Leia o link: 


http://www.autoreseleitores.com/autores/crispassinato.php


Quem é o Escritor? – Entrevista


Legal



Entrevista exclusiva a escritora Cris Passinato, que fala de educação, cultura, sob o aspecto pessoal, nos revelando um pouco de suas experiências nas áreas e nos contando um pouco mais de suas particularidades.
Elizabeth Misciasci

Revista zaP! Nome Completo:
Professora Cris Passinato- "Cristiana de Barcellos Passinato"

Revista zaP! Data de nascimento:
Professora Cris Passinato - "23/12/1973"

Revista zaP! Instrução:
Professora Cris Passinato - "Superior completo, bacharelado e pós-graduação trancadas, Professora e técnica em Química."

Revista zaP! Obra Literária Publicada? Qual?
Professora Cris Passinato - "Sim, Ebulições (poesias), Com-arte (ECA-USP), SP, 2007."

Revista zaP! A escrita é uma vocação ou um ofício?

Professora Cris Passinato - "Acho que um pouco dos 2, acabei por acaso me profissionalizando numa coisa que não sabia nem que iria saber fazer.
Eu nasci com o dom, desde os 7 escrevo o que vem na cabeça, mas aqui organizo, na internet, as coisas que acredito que vão fazer algum sentido, principalmente pra ser bem lido.
Uso agora educacionalmente, escrevo colunas, não só de poesia agora vive a minha escrita ultimamente."

Revista zaP! Na sua opinião, a profissionalização literária, permite a sobrevivência financeira do escritor ou o afasta do seu caminho?

Professora Cris Passinato - "No caso da escrita literária só se tiver repercussão em mídia nacional, mas no caso da educacional vai se conquistando espaço, dinheiro vem com tempo e como conseqüência com os trabalhos advindos da visibilidade que esse trabalho causa."

Revista zaP! Você acha que o dom também pode ser construído? Como?

Professora Cris Passinato - "Não acredito em dons construídos, é muito maquineísta pra minha cabeça. Acredito que as pessoas se aperfeiçoem em habilidades que já possua, isso em Educação é estudado. Habilidades de nascença são lapidadas como pedras brutas por saberes teóricos e a metodologia acadêmica."

Revista zaP! Como surgiu o seu interesse pela, educação, arte, poesia e pela literatura?

Professora Cris Passinato - "Acho que nasceu comigo, pois desde muito pequena já gostava muito dos livros que me cercavam, acredito que meus pais também tenham me propiciado a atmosfera necessária para que aflorasse tudo muito naturalmente."

Revista zaP! Visibilidade, ingresso no mercado editorial, maior penetração nos círculos intelectuais são fatores positivos e viáveis á todos que amam a arte, ou apenas para uma minoria e Por que?

Professora Cris Passinato - "Acredito que as massas deveriam ter mais acesso, pois vejo classes menores e até guetos desenvolvendo poesia e críticas, com posturas muito sérias e politizadas, com vocabulários diversificados, porém a comunicação é efetivada, pois, por exemplo, muito dessa poesia de classes menos abastadas vem através do Hap, por exemplo, que é um estilo adaptado e importado pelas classes mais altas, porém mais utilizado pelas menos favorecidas, e eles são muito bem sucedidos e conseguem através desse canal estabelecer a comunicação necessária e transmitir seus recados.
Esse exemplo me faz crer que ninguém seja discriminado pela arte, pela escrita, pela comunicação, pela linguística. É aquela tal história: Entendeu, pra que sacrificar, sabe?"

Revista zaP! Você acha, que um escritor, especificamente falando, repassa para a escrita de alguma forma, (linguagem, temática, estrutura etc.) suas experiências profissionais em áreas diversificadas?

Professora Cris Passinato - "Sim, toda vivência e convivência são transcodificadas em linguagem e podem ser traduzidas com maior elaboração em escrita."

Revista zaP! Você acredita que ao estar "fazendo arte" o artista o faz, sem compromisso com a verdade?

Professora Cris Passinato - "Não consigo e nem me vejo fazer nada, absolutamente nada sem verdade, portanto, acho que não conseguiria fazer isso."

Revista zaP! Você não acha que a presença hegemônica dos Estados Unidos no atual cenário internacional pode ter um efeito perverso sobre a cultura do mundo, por favor, justifique:

Professora Cris Passinato - "Acho que a cultura é reflexão do que vem através de tempos e das civilizações, das etnias, das misturas, dos altos e baixos das sociedades, das turbulências, de qualquer cenário, acho que qualquer influência pode ser positiva, ou negativa, mas qualquer uma delas refletirá na poética do seu povo, ou do povo do mundo, pois hoje estamos num cenário que dizem ser global que acredito que tenha mais essa característica por conta da internet que por qualquer tendência econômico-social no mundo."

Revista zaP! Na sua opinião, como a leitura pode levar educadores e educandos a tomar consciência de seu potencial criativo e transformador?

Professora Cris Passinato - "O exercício da leitura leva a conhecer o que já foi estudado, o que já foi discutido, leva ao indivíduo a ter uma visão mais crítica do que é dito, pois o ignorante quando é colocado a frente de algum fato nada discute, pois nada sabe e estabelecerá aquilo como verdade absoluta, já o indivíduo com um pouco mais de conhecimento, leitura saberá algumas frentes sobre o assunto, poderá ter um embasamento mais ampliado e poderá inclusive vir a refletir acerca de até mesmo um ponto de vista criado por ele mesmo (tese, ou contra-teses)."

Revista zaP! Onde e quando começa o aprendizado para uma cultura sustentável?
Professora Cris Passinato - "No exercício da verdade dessa sustentabilidade, não adianta fazer discursos e as ações serem contraditórias ou só refletir, mobilizar e nada fazer."

Revista zaP! Como e por que a literatura pode contribuir para esse aprendizado?

Professora Cris Passinato - "No exercício da leitura, da criatividade, na liberdade de expressão, até mesmo pra abrir horizontes pra visões diferenciadas. Aceitar visões de diversas frentes, estéticas, métricas, rimas, plásticas, religiões, credos, culturas, povos..."

Revista zaP! Uma pessoa que exerce profissão paralela à arte, pode ter a área profissional afetada pela ficção?

Professora Cris Passinato - "Não acredito nisso, as coisas quando andam em harmonia isso não ocorre, se ocorrer algo está errado em alguma das partes.

Revista zaP! Qual é a relação entre a sua vida e a sua obra?

Professora Cris Passinato - "Intrínseca e direta."

Revista zaP! O conhecimento a um clique de distância é possível?

Professora Cris Passinato - "Sim, se selecionado, e bem triado, para ter referências válidas e de qualidade, sim, lógico que essa distância é possível. Clicar e aparecer o que a gente precisa para se cultivar e conhecer é algo que ao meu ver é ideal, numa sociedade que necessita de tantos cuidados e afazeres na Educação e na Cultura. Disponibilizar conteúdos de qualidade na rede a quem quiser e ao alcance de qualquer um é mágico, deveria ser assim, não acredito que demore muito pra que seja completamente assim."

Revista zaP! A Internet tem contribuído, ou já contribuiu para difusão do seu trabalho?

Professora Cris Passinato - "Completamente, não seria ninguém se não fosse ela.

Revista zaP! E o reconhecimento a um clique é utopia?

Professora Cris Passinato - "Não, acabo de ganhar 1 prêmio por conta dos cliques de Júri Popular, e uma coluna de Educação em um portal importante da blogosfera."

Revista zaP! Você percebe algum aspecto incomum na Literatura Brasileira?

Professora Cris Passinato - "Não sou tão conhecedora e estudiosa pra vir a apontar exatamente algo que seja especial, não me vejo e nem sinto a vontade para tal."


Revista zaP! - "Escrever, pra mim, é uma necessidade"... Com você, isso ocorre e de que forma, ou com qual periodicidade?

Professora Cris Passinato - "Gosto da interatividade, gosto de comentários, não necessariamente elogiosos, mas construtivos, para que eu cresça."


Revista zaP! Os poetas ligados à poesia concreta, de linguagem construtivista, defendem o fim do ciclo histórico do verso. O que você pensa a respeito?

Professora Cris Passinato - "Verso é consequência estética, acaba quem quiser, quem não quiser permanece com ele, e pronto, a gente não pode normatizar arte e nem poesia, pode? - Não sabia dessa!"

Revista zaP! Você acredita que as antologias são referências que costumeiramente enriquecem perfis curriculares? – Por quê?

Professora Cris Passinato - "Já participei de algumas, mas sinceramente, não acredito mais, pois elas são espaços pagos, o que tem valor é quando convidam e o editor publica pelo seu valor."

Revista zaP! Qual a importância das antologias para a literatura brasileira?

Professora Cris Passinato - "Hoje acredito que haja muitas antologias que sejam reuniões comerciais de escritos, sem qualquer critério de avaliação. Há exceções, mas a maioria se faz assim. Não vejo nessas, valor literário algum."

Revista zaP! A poesia surrealista é uma das mais refinadas, em que o pensamento se faz por imagens. Esse é o principal motivo que dificulta sua difusão?

Professora Cris Passinato - "Eu gosto muito de aliar sentidos, imagens são as que mais me inspiram, não acredito que seja uma dificuldade."

Revista zaP! Como muitos afirmam, você concorda que matéria-prima do poeta é a palavra?

Professora Cris Passinato - "Não só a palavra, a palavra é só o signo, a poesia está em tudo: cenários, músicas, situações, lembranças, paixões, poemas, versos, formas de expressão poéticas é a forma como se traduzem, através das palavras esse tipo de expressão."

Revista zaP! Como você avalia as inúmeras obras intituladas Poesias ou Poéticas que são constantemente veiculadas na Internet?

Professora Cris Passinato - "Têm muita asneira, textos sem qualidade, sem qualquer critério, mas há muita coisa também de qualidade."

Revista zaP! Como você vê o mercado editorial?

Professora Cris Passinato - "Saturado e concorrido."

Revista zaP! Convive ou já conviveu com outros escritores que também são jornalistas, ou profissionais da mídia? Casos interessantes e momentos marcantes?

Professora Cris Passinato - "Já, mas nada de tão marcante e especial, eles são mais tecnicistas, alguns mais sensíveis, mas se prendem mais a regras, acho que quem não se mede se deixa fluir mais, as regras são necessárias e é bom regar nossas produções delas, mas depois da inspiração impressa, só pra administrá-la."

Revista zaP! Qual é a importância dada à literatura, e à arte, em cada um de seus espaços (on-line)?

Professora Cris Passinato - "Acredito que todo espaço é válido, porém acredito que se tenha que ter cuidado e critério, pois há muita desvalorização por conta das confusões autorais e dos emaranhados de produtos de má qualidade, que geralmente vêm em maior quantidade, com isso o de melhor conteúdo se dispersa e não é visto."

Revista zaP! Quais são os seus maiores desafios atualmente?


Professora Cris Passinato - "As colunas, escrever cada dia mais, harmonizar vida acadêmica, profissional e literária."

Revista zaP! E os planos? Há alguma projeção objetiva ou uma meta específica para o futuro? Qual (is)?

Professora Cris Passinato - "Minhas colunas, escrever livros técnico-científicos utilizando de minhas inspirações e entrelaçando arte e poesia com Ciências."

Revista zaP! Se o mundo fosse acabar e você só pudesse salvar obras literárias e assim sendo, apenas dez livros, quais seriam estes?

Professora Cris Passinato -"Bíblia Sagrada
Minutos de sabedoria
Diário de Santa Faustina
Devocionário da Misericórdia
Ebulições – Cristiana Passinato
Princípios de Química - Atkins
Química – Kotz
Dicionário de Polímeros
A Fúria da Beleza – Elisa Lucinda
Furacão Elis – Regina Echeverria"

Revista zaP! Que conselho você daria aos novos autores, àqueles que estão começando?

- "Procurem os seus caminhos, tracem metas, objetivos, sonhos, mas não deixem de estudar, de buscar caminhos legais, junto à Universidade, junto a pessoas que realmente têm valor e podem ensiná-los algo bacana."



- Vamos de ping-pong?

Escritoras na Rede – Entrevista em PingPong Cris Passinato

Nome: Cristiana de Barcellos Passinato
Natural de: Rio de Janeiro / RJ / Brasil
Apelido: Cris
Nascimento: 23/12/1973
Signo: Capricórnio (não acredito nessas coisas...)
Filhos? Não
Quantos? Não tenho
Trabalha? Sim
Profissão: Professora de Química
Hobby: Internet
Estilo de Música: MPB, Jazz, Blues, Soul, Gospel Católico
Meu livro predileto é: Bíblia Sagrada (sem pieguisse)
Meu livro de cabeceira: Devocionário da Misericórdia
Um (a) grande escritor (a) ou Poeta: Mário Quintana
Uma frase inesquecível: "o essencial é invisível aos olhos" (ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY) =>http://www.mayrink.g12.br/pp/Cap00.htm
Meu programa preferido: Direção Espiritual – Pe Fábio de Melo
Prato Predileto: Filé à parmegiana, arroz e fritas (com molho à madeira)
Uma bebida saborosa: Coca-cola
Um doce: Casadinho
Um Perfume: Angel (Thierry Mugler)
Carro: Beagle (Wolksvagen)
Cor: Rosa
Esporte pratica ou gosta de algum? Não pratico, gosto de voley, já pratiquei.
O que mais me atrai: Olhar
Nas mulheres admiro: Inteligência
Nos Homens admiro: Inteligência
Animal de estimação? Cachorros (são 12)
Um nome: Maria (minha mãe)
Mania tem alguma: Ver hora com números repetidos
Vício tem algum? Tomar Coca-cola (pior, mas são vários)
Quando eu acordo vou: pro banheiro
Não durmo sem: Rezar o Terço da Misericórdia
Um filme: Como água para chocolate
Um grande Amor: Minha saudosa avó Lygia
Um grande lamento: Perder amores possíveis que os faço impossíveis
Tenho saudades: De minha avó
Detesto: Falsidade
Supérfluo é: Consumismo exacerbado
Fico Feliz quando: sou reconhecida
Quando estou triste eu: choro
Sofro ao ver: injustiças
Queria muito: entrar no mestrado
Nem pensar: deixar de lutar
Amigo pra mim é: leal
Sinto-me plenamente quando: escrevo poesia
Viver é: amar
Preconceito: deturpação
Violência: maldição
Fome: não deveria haver
Um presente inesquecível: me amar
Uma viagem dos sonhos: Europa
Um sonho de consumo: laptop
Chocolates ou Frutas: Chocolate
- Por que? Doce e prazeroso
Um desejo: vencer
Um carinho: cafuné
Um presente: abraço
Amigo (a) é: confidente
Felicidade é: liberdade
Um ídolo e porque: morreu por nós - Jesus


Web site:
http://pesquisasdequimica.com

http://crispassinato3.googlepages.com
http://livroebulicoes.blogspot.com

http://poesiasoutrasexpressoes.blogspot.com

Você por você, se autodefina: Sincera e transparente.
Deixe uma mensagem e um poema, que você considere importante, ou apenas queira citar e divulgar.

Legal


Legal